O último fado (letra de música)

Quando um dia
Tiveres à tua volta
Mármore branco por todo o lado
Não chores nem grites
Não teres dito o teu fado

Perdeste a voz
Antes da festa começar
Perdeste o espaço e o tempo
Sepultaste na tua voz a razão

Quando um dia
Te disserem coisas vãs
Não chores não grites
Canta apenas teu fado
Todas as manhãs

Que seja feita a vontade do destino
Quando um dia
Tiveres à tua volta
Mármore branco por todo o lado
Não chores nem grites
Não teres dito o teu fado
1 comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal