AS MINHAS DESCULPAS


As minhas desculpas
Porque não posso estar em todo o lugar nos mesmos tempos
Por ser homem de imensos contratempos
De viver neste mundo a esta hora
Por abrir a tua caixa de Pandora
De não saber dançar a tua dança
Por este jeito inocente de criança
Por existir assim simplesmente
Por esculpir teu corpo na minha mente
Pelas minhas lágrimas salgadas
Por sentir as madrugadas
Às árvores que morreram para que esta folha nascesse
A quem fez com que este poema se fizesse
Às grandes perguntas com pequenas respostas
A quem gastou em mim uma aposta
Por verter neste escrito uma ideia pateta
A quem acha que sou poeta



Foto: Awaken (VI-1º Contacto) - Jet... (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário