BEIJOS ROUBADOS



Longe que estás de ti
Quando num lampejo malandro
Te roubo um simples beijo
E tu sais reclamando
Reclamas e vociferas
Aquilo que tanto esperas
Esse beijo malfadado
Num instante se evaporou
Desiludiu e magoou mesmo
Quem tanto por ele esperou
Desespero e tristeza
Nesta espera sem fim
Por esse simples beijo
Que te faça ficar
Bem mais perto de mim

Foto: Sabrina e Cristiano - Eduardo Piacsek (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário