o umbigo


Diria Almada que sermos coletivos é sermos mais
Que o mundo quer ajuda
Da massa humana imortal
Que prefere 
Curar o seu próprio mal
A que outros o venham curar
Mas poupo-vos ao meu amor pelo mundo
O amor faz-se se houver tempo
Por isso se não tiverem tempo
Não contem comigo
Nem pensem no mundo (ele agradece)
Olhem antes para o vosso umbigo

Enviar um comentário