A corrida

Foto: Raul Cordeiro


Ao fim da reta que fina e resta
É do meu adeus que fazes a festa
E da minha cara que ris
É a tua boca que o diz
Não corras
Tropeça, cai
Que atrás de ti
O meu beijo ainda vai
1 comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal