De cheiros amarelos de giestas (Portalegre)

Foto: Raul Cordeiro


É esta

No seu passo alegre
A cidade do meu andar
Que se escreve
Deliciosa
Diante do meu olhar
De cheiros amarelos
De giestas
Nas abas do teu vestido
Das festas
Num voo colorido
É fresca a tua boca
De madrugada
É de sol
A alvorada
1 comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal