Se eu voar (Ao Dia Mundial da Poesia)

Dei-te os melhores anos
Dos anos da minha vida
Mas tu não és de poucas contas
E pedes sempre mais
Para mim dar
É mesmo dar
Sem pensar e sem olhar

Se eu voar
Vais-me agarrar as asas
Se eu voar
Voam comigo os sonhos
Se eu voar
Vais comigo
Atirar ao mar
As flores para me encontrar

Deste-me na palma da mão
Os teus sonhos
E eu guardei o teu beijo no coração
Mas eu não sou de poucas contas
E peço-te um chão
Um abraço, um beijo
E a tua mão

Se eu voar
Vais-me agarrar as asas
Se eu voar
Voam comigo os sonhos
Se eu voar
Vais comigo
Atirar ao mar
As flores para me encontrar
Enviar um comentário