Balas e Palavras

Foto: Raul Cordeiro (olhares.aeiou.pt)


Atravessa o dia e a noite
Em sibilos cor de faísca
Latejantes
Sem rumo ou destino
Com norte
Entre os montes
Sem som
Sem falas
À procura de um peito largo
Um peito feito às balas
Que as acolha sereno
Na sua lavra
Sem balbuciar
Palavra