"o momento"

é relativa a felicidade
e pouco moderado o prazer
ausente a liberdade

mas prazeroso o momento
é disciplinado o rio
mas tranquilo o desejo
e silencioso, de ferro, o lamento
é traidora a idade
mas impulsivo o meu ser
perfeita a noção de estética e medida
mas racional o meu beijo
míseros os meus bens
efémeras as roupas
curtas as tuas vestes
longas quando as despes
demais as penas que te vestem
pobres e geladas as mãos
distantes os olhos
que te despem

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal