Espreita por aqui

Não resisti à força e espreitei
O cantinho dos meus segredos
O tremer dos teus medos
Pensei encontrar por aqui alguém
Mas procurei
Mas não encontrei
Vi rastos e pistas
Mas só isso
Nem um beijo ou desejo
Nem uma palavra nem um verso
Nem o inverso
Mas ainda assim tive que espreitar
Por esse buraquinho do céu
Uma tentação
Mais forte que eu

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal