Declaração de Princípios

Declaro aqui solenemente por minha honra

Sem vaidade ou mentira

E sem nenhuma estrela na mira

Sem querer sem fraco ou forte

Que sou contra…

Essa coisa inominável que inventaram

Chamada Morte

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal