brevidades

É verdade que te fascino?
Grita baixinho
Um grito dançarino
No repicar de um beijinho
Se me queres
Seja devagarinho
Para me deixares ver como és linda
Que o amor é breve
E a vida mais breve ainda
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal