PODIA TER SIDO UMA HISTÓRIA ASSIM


Era a atitude, a pose, os olhos claros
Fulminantes de um bom sossego
Era a alma, aura azul da cor do céu
Era sentir o desassossego
Dos muros da idade debaixo do véu

Era a atitude, a voz e o silêncio
Silenciadores dos gritos
Era a alma, aura azul da cor do céu
Era sentir risos aflitos
Do teu olhar vigia do meu

Era a atitude, as mãos e os risos
Afagadores dos frios
Era a alma, aura azul da cor do céu
E ser salvador e naufrago dos rios

Era a atitude, os laços e os passos
Serenas pegadas leves
Era a alma, aura azul da cor do céu
Acenos de adeus breves

Era a atitude, os sorrisos e os abraços
Afagados e apertados
Era a alma, aura azul da cor do céu
Era sentir as madrugadas
Acordar do sonho
E levantar o véu
Foto: Raul Cordeiro (Ponte de Lima, Agosto 2009)
Enviar um comentário