Dores e ossos

Era já noite nos meus olhos
E dia, alvorada nos teus
Madrugada nos meus
Enrolados os olhos
Dores agudas no corpo dos ossos
Pálpebras caídas aos folhos
Meio-dia nos teus
Meia tarde nos nossos
Enviar um comentário