Curtas Frias (III)

Era gelado o corpo
Mas quente a alma
Era quente o pouco
Era fria a calma
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal