Friozinho

É suão o vento
Mas gelado o sustento
É manhã e sol de inverno
Um extravio do solstício
Um Verão no precipício
Traz frio o calor
Leva gelada a minha dor
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal