Acidental

Bastou-me o seu sorriso em foto
Para despertar um tremer das pernas remoto
Existirá para além dos olhos de noz
Um mistério doce na voz?
Ou para além do jeito doce de dança tropical
Um amor acidental?
Sorte de quem te pode olhar e ouvir
Abraçar e sentir
E eu que brinco nas ruas
Com danças que não são tuas
Desdenho os valores que não tenho
Pela ilusão de umas tranças nuas
Vivi tudo o que quis e não
Só para chorar uma foto tua
Com os olhos e o coração
Enviar um comentário