Perfumes

Trago comigo num pequeno frasco
O teu perfume de água
Disfarça a terra e o asco
Disfarça o lume e a frágua
Não disfarço a saudade
Nem quero, nem posso
Pesa no perfume a idade
Pesa no coração o colosso
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal