POEMA ADIVINHA


É apagado o sujeito
Antilírica a atitude
Poético o objecto
Fantasia a virtude
Astronauta das sensações
Pagão nas crenças
Teórico dos sentimentos
Prático das diferenças
Sente com os olhos e os ouvidos
Recusa o pensamento em vão
Poeta das sensações
Tal e qual elas são
Eterna novidade na ponta da pena
Discurso simples, oral
Nostálgico e ardente
Poeta ao natural

Foto: nave & bike - fernandoalmeida (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário