TROCAS DE PALAVRAS


Ora agora digo eu
Ora agora dizes tu
Ora agora digo eu
Razões da razão que morreu
Falas e nada dizes
Dizes e nada falas
Disparas em poucas palavras
Palavras que são balas
Quanto mais falas menos dizes
Menos te ouvem
Menos te querem
Mais confundes o céu com a nuvem
Pára, olha, escuta a lembrança
Respira fundo
E avança
Foto: Pedidos aos deuses - Raul Cordeiro (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal