MOVIMENTOS DE ÁGUA E LUZ


Descansam à espera do casamento eterno
Sol e nuvens amam-se
Entre os saborosos lábios do horizonte
E a face da areia das praias do mundo
Corpo alado na violência das ondas e do vento
Grávido o mundo numa barriga de água de oceanos
Que nasce em cada praia dos teus encantos
E regressa ao teu mar nos teus prantos
Sussurram as ondas nas rochas gritos incultos
Na espuma borbulham tumultos
No rodopio dos movimentos de amor
Abre-se o corpo da terra
Ao líquido do mar
E à luz do luar
E em amores e rodopios
De água e luz
Em movimentos e danças complexos
Renascem em cada dia e cada noite
Amores dos teus universos

Foto: Graça Loureiro - ? (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário