DELÍRIOS CURTOS (VI)


Sei que é difícil de entender
Que o meu é um pensamento diferente
Roça até o delirante?
Mas meus versos são gémeos
Do que a verdade quer dizer
E as minhas construções são em cada momento
O reflexo do meu pensamento


Foto: The fighter - Nuno Ramos (olhares.aeiou.pt)

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal