A PALAVRA MAIS DOCE


Teu nome na minha língua é a palavra mais doce


A minha palavra escolhida, tua voz bela e distante

A tua face escondida, meu despertar precoce

Olhar-te e sentir-te, o meu sonho constante

Teu sussurro no meu ouvido, meu sonho sonhado

A brisa breve do teu vestido vermelho, meu delírio alucinado


Tua boca chamando o meu nome, meu sonhar algemado

Tuas mãos de carícias, meu eterno martírio adiado

Foto: Just orange - Rui Manuel Figueiredo (olhares.aeiou.pt)

1 comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal