MÁGOAS DO TEU SENTIR...


Um coração dissolvido
No ar que respiras
E trazes escondido
Rarefeito como o teu olhar
Vives só, nas tuas mentiras
E num prazer desmedido
Teimas em me magoar
Num amor proibido

Um coração destroçado
Pelas mágoas do teu sentir
No meu ar ajumentado
Continuo a ver-te sorrir
No teu olhar viciado
Custa-me admitir
Que não posso nunca
Ser por ti amado


Foto: Modern-old fashion #I - Heliz (olhares.aeiou.pt)
1 comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal