VARIAÇÕES EM AMOR MAIOR



No início da pauta a clave de Sol, dá-te o ritmo de um triste
Mas as linhas líricas da vida não se preenchem por um só
Varias teus tons de amor de vento e maré
Em linhas voláteis escreves com amor a nota

Em melodias estranhas vibrantes encontras-me aqui
No meio da pauta em semibreves perdidas ensaias um tímido Mi

Trazida pelo vento essa música de cheiro a hortelã
Galga planícies e vales um ritmo vivo em

Soa a canto arrastado de um triste rouxinol
Essa vibração que trazes escondida no teu
Sol
A melodia do amor que vives torna-te sua escrivã
Na tua voz melodiosa experimentas um alegre

Segues essas ondas vibrantes que ecoam perto de ti
Vives vibrante um amor tocado em
Si
E voltas sempre ao mesmo lugar, um lugar cantado em nós
Ensaiamos no nosso amor, os nossos s.



Foto: A dança é um poema... - Maria José Amorim
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal