DESCULPA-ME


Sinto…
Ter feito nascer tua tristeza
Despertar a tua fina dor
Sei que te fiz sentir mal
Desculpa despertar o teu amor
Sinto muito por amar-te afinal
Desculpa tudo o que fiz
Sinto muito por ser quem sou
Amar-te foi o que quis
Não sei agora
O caminho
Para onde vou
Montado no meu corpo
Saborear este amor
Que no final
Soube a nada e a pouco.

Foto: India - Maaria Antónia Bueno (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário