UM SORRISO



Fechados com chave mestra
Estão os caminhos da tua alma
Ninguém a pode abrir
Qual segredo bem guardado
De como alguém
Pode fazer-te sorrir
Lutam por ti até cansar
A alegria e a tristeza
Por uma ou outra
Te deixas levar
Em ritmo de embalar
Perdes a tua beleza
Mesmo triste ou alegre
Olha para a vida e sorri
Que ela não tem medo ti

Foto: Mesmerized - Graça Loureiro (olhares.aeiou.pt)
1 comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal