NOS MEUS POEMAS VIVO AS MINHAS VIDAS



Nos meus poemas
Vivo as minhas vidas
Alimentando o meu ser
Procuro nos versos que escrevo
As respostas mais escondidas
Nem sempre é fácil
Escrever num papel
As penas da nossa vida
Os nossos tristes degredos
As tristezas e os amores
E os nossos secretos segredos...

Foto: Nínguém vê o que Eu vejo - Marta Ferreira (olhares.aeiou.pt)
1 comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal