AO LUAR




Ao luar olho o céu
Esperando um sinal
Penso em ti, bem sabes
Não me leves a mal
Não leves a mal o pensamento
É mesmo do coração
Espero ver-te qual estrela
De uma qualquer constelação
Vejo um raio de luz
Cortar o céu a meio
Só podes ser tu afinal
Vens cumprir o meu receio
O receio de ver
O anseio de te olhar
O desejo de uma noite
Poder de dia te amar
Foto: A nossa lua - Xã (olhares.aeiou.pt)
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

POEMA DE INDECISÃO

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

Natal