SELVAGEM



Há muitas coisas belas
Que gostava de te dizer
No entanto tu nem me dás
Tempo para te conhecer
Não sei se por medo
Ou se por pura opção
Mas insistes e insistes
Em dizer-me que Não
Uma amizade tão bela
Não pode continuar assim
Até ao dia em que penses
Que me podes dizer que SIM
Há muitas coisas belas
Que gostava de te dizer
Que fossem além da imagem
Que me ajudassem a compreender a vida
No entanto tu insistes
Em deixar-me ver apenas
Uma linda selvagem
Foto: Luna - Alba Luna (olhares.aeiou.com)
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ESPERA MENINA, PELO BARULHO DOS GUIZOS

POEMA DE INDECISÃO

Natal